Doações para Vítimas da Enchente em Pernambuco

Confira a seguir os postos de arrecadação espalhados pelo Estado.


ACS – PE
A Associação Pernambuca dos Cabos e Soldados (ACS – PE) instalou um ponto de arrecadação de alimentos na sede da entidade. Podem ser doados água mineral e alimentos como feijão, arroz, macarrão, fubá, açúcar e enlatados diversos (leite, por exemplo).A ACS – PE fica na Rua Amaro Bezerra nº 489 – Derby – Recife. Fones para contato: (81) 3423-0604 ou 3423-9907. O horário de funcionamento é das 8h às 12h e das 13h às 17h.ACCAPE
A Associação dos Contabilistas de Caruaru e Agreste de Pernambuco (Accape) recebe roupas, colchões, cobertores, alimentos e produtos de higiene pessoal para as vítimas. As doações podem ser encaminhadas para a sua sede, na Rua Alberto Guilherme Sobrinho, nº 22, Edifício Antônio Lajes, 2º andar, salas 205 e 206, no Centro, em Caruaru. As doações podem ser entregues até o dia 2 de julho, de segunda a sexta-feira, durante o horário comercial. Mais informações pelo telefone (81) 3721-0862.

ALEPE
A Assembleia está arrecadando doações em parceria com o Instituto Brasileiro Pró-Cidadania. São três pontos de coleta de roupas, cobertores, alimentos não-perecíveis, água potável e demais donativos: a Superintendência Administrativa da Assembleia, localizada no Anexo dois da Alepe, na rua da União; a sede do Instituto Pró-Cidadania, na rua Castro
Alves, número 343, no bairro da Encruzilhada; e na avenida Antônio de Góis, número 226, no bairro do Pina. As doações podem ser feitas de segunda a sexta, das 8h às 18h, por prazo indeterminado. Informações: (81) 3183 2285 e 3183 2444.

AMAPE
Associação dos Magistrados de Pernambuco (AMEPE) iniciou uma campanha para arrecadação de donativos. Os associados e a população podem contribuir doando, de preferência, mantimentos para os desabrigados, além de produtos de higiene pessoal e roupas. As doações podem ser entregues, a partir do próximo dia 28 de junho, na sede administrativa da Amape, localizada no edifício Paula Baptista, na rua do Imperador, bairro de Santo Antônio – Recife. Informações: (81) 3224.3251.

ARRAIAL TOMAZINA
O Bar Burburinho, na rua Tomazina/Bairro do Recife, arrecada doações, durante os quatro dias dos festejos juninos. As doações serão encaminhadas aos postos oficiais de arrecadação.

BOMBEIROS
Em Recife, o Comando Geral da Polícia Militar, localizado no Derby, e o Quartel Central do corpo de Bombeiros, na avenida João de Barros, são os principais pontos de arrecadação da campanha do Corpo de Bombeiros. “Procure o quartel mais próximo da sua casa, pois todos estão recolhendo donativos”, disse o comandante do Corpo de Bombeiros, o coronel Carlos Casanova.

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
Todas as 83 agências da Caixa Econômica Federal em Pernambuco estão coletando donativos para as vítimas das chuvas e inundações do estado. Os donativos, que devem ser preferencialmente alimentos não perecíveis, roupas, agasalhos, água potável e material de limpeza e higiene, serão repassados para o Governo do Estado.

CBTU/METROREC
Donativos para os desabrigados também podem ser entregues nas estações de metrô Recife, Joana Bezerra, Afogados, Barro, Jaboatão, Camaragibe, Cajueiro Seco, Antônio Falcão, Prazeres e Cabo, na sede do Metrorec e no centro de manutenção de Cavaleiro. As doações podero ser feitas até o dia 10 de julho.

CEHAB
Na sede da Companhia de Habitação e Obras (Cehab), também é possível fazer doações. O atendimento acontece das 8h às 17h. A Cehab funciona na rua Odorico Mendes, 700, no bairro de Campo Grande, no Recife. O telefone é o (81) 3182.7500.

CIDADE ALTA
Os colaborados da Cidade Alta Transportes criaram a campanha “Arraiá Solidário”. Através dele, os ônibus da companhia foram decorados para receber os passageiros e incentivá-los a realizarem as doações, transformando-se em pontos de arrecadão itinerantes. Ao todo são 223 ônibus de 31 linhas que operam nas cidades de Paulista, Olinda e Recife.

CLUBE DA CHARQUE AMIGA
Entidades de Turismo de Pernambuco, através do Clube da Charque Amiga, arrecadarão donativos, no período de 25 de junho a 2 de julho, numa tenda montada no calçadão da praia de Boa Viagem, na altura do Segundo Jardim, ao lado da academia da cidade. O ponto estará aberto, diariamente, no horário das 7h às 19h, recebendo roupas, alimentos, água potável, colchões e roupas de cama. Especialmente no dia 25, o horário será das 14h às 19h.

CONSOLE
O grupo Console está arrecadando doações para os desabrigados da chuva. A primeira cidade é Cortês. Vale tudo: roupas, alimentos, cobertores. O local para entregar doações é o restaurante Papaya Verde, na rua Santo Elias, no Espinheiro, Recife.

CUT
A Central Única dos Trabalhadores de Pernambuco (CUT-PE) e a Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetape) também lançaram campanha nesta segunda-feira (22). As doações podem ser feitas à sede da CUT-PE – Rua Dom Manoel Pereira, 183-Santo Amaro ou à Fetape – rua Gervásio Pires, 876, Boa Vista, no Recife.

DETRAN
Na sede do Departamento de Trânsito de Pernambuco, no Recife, e também nos postos avançados dos municípios e nas Ciretrans especiais, há pontos de arrecadação, além das lojas instaladas nos shoppings Tacaruna, Recife, Plaza, Guararapes e Recife. A sede fica na Estrada do Barbalho, 889, na Iputinga. Outras informações pelo tele-atendimento, no número (81) 3453.1514 (7h30 às 17h30).

FAFIRE
A pastoral da faculdade, que fica na avenida Conde da Boa Vista, no centro do Recife, coordena os postos de coleta montados no hall da entidade, que ficará aberta todos os dias, exceto domingos e feriados, para recolher roupas e alimentos não-perecíveis.

INSTITUO SHOPPING RECIFE
Funcionários, lojistas e clientes do Instituto Shopping Recife (ISR) estão sendo mobilizados para prestar ajuda aos municípios pernambucanos que foram atingidos pelas chuvas. A instituição está arrecadando doações, que será entregues pelo Sistema Fecomércio-PE diretamente às vítimas.

Quem quiser ajudar, deve entregar donativos no posto de arrecadação, que fica na área C do estacionamento. A ação conta com o apoio do Sistema Fecomércio-PE, Transportes Ramthun e Grupo Nordeste.

FEDERAÇÃO CDL-PE
A Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Pernambuco (FCDL-PE) está recolhendo alimentos não perecíveis, roupas, calçados, colchões, artigos de higiene pessoal, entre outros itens. As doações devem ser encaminhadas à sede da FCDL-PE, que fica na rua do Riachuelo, 105, 4º andar, sala 401, bairro da Boa Vista, no Recife.

FRUTARIA
A rede de hortifruti Frutaria está arrecadando doações para as vítimas das chuvas em Barreiros. As doações poderão ser entregues nas lojas de Boa Viagem (avenida Conselheiro Aguiar, n° 3621) e Casa Forte (avenida 17 de agosto, n° 125), das 7h às 20h.

FUNDAJ
Postos de coleta montados nos prédios de Apipucos, Casa Forte e Derby recebem doações de água mineral (devidamente acondicionada em pacotes), leite em pó ou em caixa, farinha láctea e alimentos não perecíveis, prontos para o consumo. Tanto servidores quanto o público externo podem doar. Os endereços são: Fundaj Apipucos – Rua Dois Irmãos, 92; Fundaj Casa Forte – Avenida Dezessete de Agosto, 2187; e Fundaj Derby – Rua Henrique Dias, 609.

GRANDE RECIFE CONSÓRCIO DE TRANSPORTE
Postos de arrecadação estão montados nos Terminais Integrados da Macaxeira, Camaragibe, Cabo de Santo Agostinho, PE-15 e Pelópidas Silveira, este último no município de Paulista. Os postos funcionarão no período junino, de 23 a 27 de junho, das 7h às 13h. E a partir do dia 28, próxima segunda-feira, das 7h às 19h. Os usuários podem obter mais informações através da Central de Atendimento ao Cliente (CAC) pelo 0800.081.01.58.

HOTEL JANGADEIRO
Para quem mora na Zona Sul, um ponto de coleta de donativos está funcionando na recepção do Hotel Jangadeiro, localizado na avenida Beira-mar, em Boa Viagem. Os itens mais importantes são roupas, lençóis, água e alimentos não perecíveis que dispensem cozimento, como leite em caixa e biscoitos. O hotel fica no número 3114 da avenida, ao lado do Edifício Acaiaca.

IASC
O Instituto de Assistência Social e Cidadania do Recife (Iasc) também está arrecadando donativos. Só na capital pernambucana, 227 famílias estão em abrigos disponibilizados pela Prefeitura ou estão em casa de parentes. Para ajudar os atingidos pelas chuvas, os interessados podem entregar donativos na sede do Iasc, localizada na Rua Imperial, 202, no bairro de São José.

IFPE
O Instituto Federal de Pernambuco (antigo Cefet-PE) também está realizando campanha de arrecadação. Os donativos podem ser doados roupas, alimentos, cobertores e água. Os pontos de coleta estarão espalhados pelos campi do IFPE nas cidades de Recife, Ipojuca, Belo Jardim, Vitória, Pesqueira e Barreiros. Clique aqui e confira os endereços.

IMIP
Funcionários do Instituto Materno Infantil estão arrecadando donativos entre si. A partir de segunda-feira (28), o posto de arrecadação estará montado na Praça Professor Fernando Figueira, na Ilha do Leite, para receber itens também da população. As pessoas devem priorizar água mineral, alimentos e roupas.

LBV
Em parceria com a Coordenadoria de Defesa Civil de Pernambuco (Codecipe), a Legião da Boa Vontade (LBV) colocou à disposição sua unidade de atendimento no Recife para receber doações. Os itens de maior necessidade são material de higiene pessoal e limpeza, água potável (galão de cinco litros), alimentos de pronto consumo, roupas e calçados. A Codecipe fará a entrega às vítimas de todo o material arrecadado. O espaço fica na rua dos Coelhos, 219, Boa Vista. Informações: (81) 3413-8600 ou acessando-se o site da LBV.

NORTE SUL
A empresa de ônibus Norte Sul está recebendo donativos para os desabrigados das enchentes em Pernambuco dentro dos coletivos. Os ônibus fazem o trajeto Recife – Escada, Recife – Amaraji, Recife – Ribeirão e Escada – Gravatá.

SANTA CRUZ
O Departamento Social do Santa Cruz fará uma campanha para arrecadar alimentos no jogo entre Santa Cruz x CSA/AL, nesta quinta-feira (24), às 21h15. O torcedor que levar um quilo de alimento não perecível receberá um cupom para participar de um sorteio. O prêmio será uma camisa oficial do clube. Quem quiser, pode doar também roupas e agasalhos.

SENAC
As unidades do Senac-PE estão recolhendo alimentos não perecíveis, água potável, produtos de higiene pessoal, roupas e cobertores. Os donativos podem ser depositados nesta quarta (23), até as 17h, e nos dias 28 e 29, nas caixas de coleta em frente à lanchonete-escola do Senac no Recife, localizada na avenida Visconde de Suassuna, nº 500, em Santo Amaro. As unidades do Senac no interior também participam da campanha.Devido ao feriado de São João, não haverá recolhimento de doações na quinta (24) e sexta-feira (25). Todo o material arrecadado será encaminhado ao Corpo de Bombeiros. Confira pontos de doação:

– Senac Recife: avenida Visconde de Suassuna, n° 500, Santo Amaro, Recife (81) 3413.6747 3413.6738
– Centro de Formação Profissional Senac Paulista: avenida Vice Prefeito José Rodrigues Costa Filho, n° 30, Jardim Paulista, Paulista (81) 3438.5050
– Centro de Formação Profissional Senac Vitória: rua Áurea Pimentel, n° 210, Cuscuz, Vitória de Santo Antão (81) 3523.1428
– Centro de Formação Profissional Senac Caruaru: rua Cleto Campelo, n° 79, Centro, Caruaru (81) 3271.5599
– Centro de Formação Profissional Senac Garanhuns: rua Maria Ramos, n° 22, Heliópolis, Garanhuns (87) 3761.0165

SESI
A partir desta quarta-feira (23), as 16 unidades do Sesi/PE viram ponto de recebimento de donativos . Os endereços e telefones das unidades estão disponíveis no site do Sesi/PE.

SHOPPING TACARUNA
O Shopingg Tacaruna está com posto para recolhimento de donativos às vítimas das chuvas, instalado no térreo, na entrada da avenida Cruz Cabugá. Alimentos não perecíveis, roupas, lençóis, produtos de limpeza são alguns dos artigos que podem ser entregues. A distribuição dessas doações nas áreas atingidas será feita pela Secretaria Especial da Juventude e Emprego do Governo do Estado.

SHOPPING RECIFE
O Instituto Shopping Recife (ISR) está arrecadando doações, como água, alimentos não perecíveis, roupas e itens de higiene, que serão entregues pelo Sistema Fecomércio-PE diretamente às vítimas. Interessados em ajudar devem entregar os donativos no posto de arrecadação, na área C do estacionamento, próximo à Lojas Renner. A ação conta com o apoio de parceiros como Sistema Fecomércio-PE, Transportes Ramthun e Grupo Nordeste.

SINTEPE
O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado (Sintepe) está arrecadando doações de alimentos prontos, água mineral, remédios, roupas e cobertores. Interessados podem doar na sede do Sintepe, que fica na Rua General Semeão, 39, em Santo Amaro. Informações pelo (81) 2127-8876.

SUPERMERCADOS ARCO-ÍRIS
Todas as lojas do supermercado Arco-Íris estão funcionando como ponto de arrecadação. A população pode doar alimentos não perecíveis, água mineral, colchões, lençóis, material de limpeza, produtos de higiene pessoal, roupas e sapatos infantis. O supermercado possui unidades no Cabo de Santo Agostinho, Pontezinha, Prazeres, Cavaleiro, Camaragibe, Beberibe, Abreu e Lima, Igarassu, Várzea e Afogados.

SUPERMERCADO BOMPREÇO
O Bompreço instalou pontos de arrecadação de donativos para os desabrigados em três unidades Hiper Bompreço no Recife. As lojas Hiper de Boa Viagem, avenida Recife e Casa Forte estão recebendo alimentos não perecíveis e água que serão entregues às famílias. O Bompreço ainda, através do IASC, fez a doação de 11 toneladas de alimentos e produtos de higiene e limpeza para os desabrigados. Informações através do 0800.7055050.

SUPERMERCADO PÃO DE AÇÚCAR
Lojas da rede localizadas em São Paulo e lojas da rede Extra e Pão de Açúcar das cidades de Maceió, Recife e Fortaleza recebem os donativos, num total de 86 postos de arrecadação. A campanha acontece por tempo indeterminado e todo material arrecadado será entregue ao Fundo Social de Pernambuco e Alagoas. O grupo Pão de Açúcar também vai doar 1.000 cestas básicas para as cidades afetadas.

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO
A Organização não Governamental Tribunal Solidário, formada por servidores do Tribunal Contas do Estado, abriu uma conta bancária para receber donativos. Clique aqui para mais informações.
Instituição: BANCO REAL
Agência: 1016
Conta Corrente 6.023.0762

POSTOS PETROMEGA
A rede de postos Petromega recebe as doações com o intuito de levá-las para o município de Palmares. A seguir, o endereços dos postos.
-Av. Marechal Mascarenhas de Morais, 1022 – Imbiribeira – Recife
-Av. Cais do Apolo, 790 – Recife Antigo – Recife
-Rod BR 101 Sul – Rod BR 101 KM 71,9 – Jardim São Paulo – Recife-
-Rua João Tude de Melo, 91 – Parnamirim – Recife – PE
-Av. Frederico Lundgren – Em Frente Nº 820 – Rio Doce – Olinda
-Rua Joaquim Inácio, 425 – Ilha do Leite – Recife
-Estrada dos Remédios, 789 – Afogados – Recife
-Av. Cruz Cabugá, 991 – Santo Amaro – Recife
-Av. Professor João Medeiros, 233 – Boa Viagem – Recife
-Av. Beberibe, 2202 – Água Fria – Recife
-Av. Governador Carlos Lima Cavalcante, 2935 – Casa Caiada – Olinda
-Rua Waldemar Ferreira do Vale, 95 – Jardim Paulista – Paulista
-Rod BR – 101, Norte 00058 – Paratibe – Paulista
-Av. Dr. Belmínio Correia, 500 Centro – São Lourenço
-Rua: José Mariano,166 – Artur Lundgren I- Paulista
-Av. Caxangá, 2864 – Cordeiro – Recife

Mais indormações pelo teledone (81) 3073-5353

UFRPE
A UFRPE está recolhendo doações de água potável, alimentos não perecíveis, vestimentas e roupas de cama. Os materiais podem ser entregues na recepção do Centro de Ensino de Graduação (Cegoe) e em todas as salas dos grupos do Programa de Educação Tutorial (PET), onde os estudantes também podem deixar o endereço de familiares que necessitam do auxílio. As doações serão enviadas aos municípios de Vitória de Santo Antão, Barreiros e Palmares. A primeira remessa será enviada, na manhã da próxima quarta-feira (23), para o município de Barreiros. Informações: (81) 3320. 6566.

PREFEITURAS

BARRA DE GUABIRABA
No município de Barra de Guabiraba, a água chegou a atingir o telhado das casas, especialmente na parte baixa da cidade. Quem quiser fazer doações pode telefonar para os números abaixo e a Prefeitura do Município manda buscar os donativos. Colchões, lençóis e alimentos são as maiores necessidades. Contatos: 8848.1144 / 9144.6052 / 9144.6053 / 3758.1145

BARREIROS
O Rio Una transbordou e, em alguns pontos da cidade, o nível da água chega a dois metros. Barreiros ainda está sem energia elétrica e a comunicação é difícil – não há confirmação ainda do número de vítimas da tragédia, ainda há muitas pessoas desaparecidas ou ilhadas em pontos mais altos. Dois helicópteros estão auxiliando no socorro das vítimas e ambulâncias do Samu levam as vítimas para atendimento em cidades vizinhas.

Um posto da Polícia Rodoviária Federal na entrada da cidade está recebendo as doações, que também podem ser feitas por meio de depósito na seguinte conta:

Banco do Brasil
Agência 0710-2
Conta corrente 6070-4

CABO DE SANTO AGOSTINHO
No Cabo de Santo Agostinho, os centros de referência em Assistência Social (Cras), de Ponte dos Carvalhos e do Cabo recebem roupas e brinquedos. Para quem não pode ir até lá, é possível fazer solicitação à Secretaria Municipal de Programas Sociais e da Mulher para que uma equipe faça o recolhimento. Mais informações pelo telefone 3521-6759/6718.

CARUARU
O Sindicato dos Lojistas do Comércio de Caruaru (Sindloja) está recebendo donativos na sede do sindicato, que fica na Rua Leão Dourado, nº 51-A, no Bairro São Francisco. Alimentos não-perecíveis, água potável, roupas, cobertores e utensílios domésticos são os itens mais urgentes para as vítimas da chuva na Mata Sul e Agreste.

GRAVATÁ
O município está recebendo doações de alimentos não perecíveis, agasalhos, roupas e calçados para as vítimas desabrigadas. As contribuições podem ser deixadas em diversos pontos da cidade, como a Secretaria de Finanças, de Saúde, de Ação Social, e a Praça da Matriz. Equipes também circulam pelo município para receber as doações.

A secretaria de Ação Social fica na Rua Francisco Bezerra de Carvalho, no centro. Mais informações pelo telefone (81) 3563 9057/9037.

IPOJUCA
As doações estão sendo recebidas na Secretaria de Ação Social do município, que fica na rua João Pessoa, s/n. Cerca de 1,5 mil pessoas foram vitimadas pelas chuvas na cidade. Outras informações podem ser obtidas com Luiz Geraldo, pelo telefone (81) 8830-5007.

PAULISTA
A Universidade Infantil do Janga, no Conjunto Beira Mar, está recebendo doações. Todo material arrecadado será levado para a Codecipe.

RECIFE
As doações para os desabrigados através da Prefeitura do Recife podem ser realizadas em diversos pontos. No Sítio Trindade, das 17h às 2h. No Pátio de São Pedro e na Praça do Arsenal, no horário das 20h às 2h. Nesses três locais, a arrecadação acontece nos postos da Secretaria de Assistência Social. Já no Geraldão, na Avenida Mascarenhas de Morais, na Imbiribeira, o horário para arrecadação é das 8h às 17h.

Na sede da Guarda Municipal, na rua dos Palmares, 550, em Santo Amaro, o serviço irá funcionar 24h. Na sede da CTTU, na rua Frei Cassimiro, 91, em Santo Amaro, o horário de atendimento é das 8h às 18h. No Posto de Permanência da Guarda Municipal, no Terminal Marítimo, o horário é das 8h às 18h. Também haverá uma sensibilização na sede da Prefeitura do Recife, para que os servidores se engajem na campanha.

SÃO LOURENÇO
A Arena Brasil Futebol Clube, em São Lorenço da Mata, terá arena solidária na próxima sexta (25), durante o terceiro jogo da seleção brasileira na Copa da África. O espaço, localizado no Pátio de Eventos Jair Pereira, no centro do município, está recebendo doações de alimentos não perecíveis, água mineral e roupas.

A minha alma é irmã de Deus

luisa_lobo_intepretando_protagonista_camila__foto_manuela_galindo_ii2-150x150O curta-metragem “A minha alma é irmã de Deus”, é uma adaptação cinematográfica do romance de mesmo nome do escritor Raimundo Carrero, com direção da cineasta Luci Alcântara. O filme inicia com cenas de envolvimento sexual, linguagem torpe com ofensas, ironia, mostrado em uma rua comum e gira em torno da mente perturbada da protagonista Camila. Read More…

De Olho no Futuro do Brasil

Muita gente prefere dizer que não fala e nem se interessa por política, porque o assunto é polêmico e divide opiniões. Certamente, é preciso avançar ainda mais para que as pessoas vejam a política com outros olhos. Como já dizia Ulisses Guimarães: “Quem não se interessa pela política, não se interessa pela vida”. Mas é preciso ter interesse, pois é através dela que uma nação é regida.
Neste ano, teremos novas eleições e serão escolhidos um novo presidente da República, os governadores dos 26 estados (e do Distrito Federal) e os representantes da população nas assembleias legislativas, na Câmara dos Deputados e no Senado Federal.
Na verdade, muitos não se interessam. Pelo fato de estarem desinformados quanto à importância de nosso sistema político e seus poderes. O sistema político é presidencialista, ou seja, regime político em que a chefia do governo cabe ao presidente da República, mantendo-se a independência e a harmonia dos três poderes (executivo, legislativo e judiciário). O que significa dizer que são exercidos, respectivamente, pelo Presidente da República, pelo Parlamento (no caso do Brasil, o Congresso Nacional dividido entre Câmara dos Deputados e Senado Federal) e pelo Supremo Tribunal Federal.
Na prática, funciona assim: o Executivo elabora propostas de políticas públicas, e o orçamento que fixa as despesas. Enquanto isso, o Legislativo tem a função de discutir a viabilidade política das propostas. Ou seja: o Executivo propõe e o Legislativo controla. Não que ele também não possa propor. Congressistas também propõem projetos de lei. É o executivo que escolhe os nomes dos membros do Supremo Tribunal, controlando o Judiciário. Mas o Legislativo deve aprovar esses nomes, controlando assim o Executivo e o Judiciário, que julga a aplicação das leis. Com isso, um está interligado ao outro, criando uma ‘força’ de controle. Força de controle essa, diga-se de passagem, bastante eficaz. Afinal, muitas CPI’s (ou melhor, as chamadas Comissões Parlamentares de Inquérito), sempre acabam em pizza.
Corrupção, crime do colarinho branco, lavagem de dinheiro, comissões por baixo dos panos, dinheiro na cueca, dinheiro na meia… São vários episódios vergonhosos. É o “mensalão” (CPI dos Correios), a Operação “Caixa de Pandora”… A origem desse dinheiro é a mais maravilhosa possível! Os parlamentares envonvidos nesse tipo de corrupção, sempre falam que os dinheiros são destinados a ações sociais, para pessoas carentes.
O fato é que delito é delito… Todos devem ser tratados com rigor. Afinal roubo é roubo, não é verdade? Quem entra em um supermercado e rouba um pacote de leite em pó, deveria ser punido da mesma forma de quem rouba rios de dinheiros oriundos do governo. É, mas isso não é bem assim. Quem rouba um pacote de leite para matar a fome de sua família vai para uma prisão suja e espera por um julgamento que demora muitas vezes anos e anos. Agora quem rouba dinheiro vindo de propina tem direito a uma cela especial e outras coisas mais. Assim é o Brasil, tudo acontece de forma contrária. Os grandes crimes são tolerados enquanto os pequenos delitos são condenados.
Por isso, nesse ano eleitoreiro, é preciso que cada cidadão acompanhe mais as propostas dos partidos a que seus candidatos pertencem. Antes dessa próxima eleição, experimente fazer um exercício de cidadania e veja se realmente o seu candidato durante esses quatro anos fez ou está desenvolvendo o projeto que anunciou em campanhas passadas. O maior poder de uma democracia, certamente é a consciência do eleitor.

Onde fica Belo Monte?

A humanidade está um nó difícil de desatar! Eu falo de economia? Não! Eu falo de guerra? Não! Eu falo de Belo Monte! Você sabe o que é e onde fica Belo Monte? Não?
Belo Monte é uma usina hidrelétrica projetada para ser construída na área do Rio Xingu, no Pará. Essa semana, em meio a uma batalha judicial que demorou mais de 30 anos, o leilão para a construção dessa usina, foi enfim realizado. Pois é, isso é muito bom, afinal o governo brasileiro será dono da terceira maior hidrelétrica do mundo.
O melhor de tudo é que essa obra gigantesca irá provocar a alteração do regime de escoamento do rio Xingu e isso afetará a fauna e a flora do local. Para os especialistas essa usina irá mudar todo o ciclo ecológico da região afetada, que estará condicionada ao regime de secas e cheias, impactando assim, a pesca como atividade econômica e também como fonte de sustento dos povos indígenas e ribeirinhos que lá vivem.
Essa obra é uma das mais importantes do PAC, o famoso programa de aceleração do crescimento. Sem dúvida, será muito importante! Mais ainda para os políticos. Quer dizer, para o governo. O crescimento será total! Principalmente em relação à destruição do ecossistema.
Se esse projeto seguir adiante estaremos assistindo à derrota de todas as tentativas de preservação do meio ambiente.
No entanto, o que parece é que os poderes que deveriam beneficiar o povo têm o prazer sádico de contrariar o óbvio, a vontade popular e o bom senso. O engraçado é que poucos países do mundo guardam tantas formas de vida. E é justamente na volta do grande Xingu que será construída essa obra devastadora.
Em mais de 500 anos de história, o Brasil desmatou aproximadamente 30% de suas florestas. E o mais triste é que a maior parte foi devastada nos últimos 50 anos. Onde vamos parar?

Rádio Tamandaré pode fechar as portas

Depois de 60 anos de atividades, a Rádio Tamandaré pode, em breve, encerrar suas atividades. Isso porque parte do terreno onde funciona, na Avenida Presidente Kennedy, em Olinda, Região Metropolitana do Recife, foi desapropriada pela prefeitura para a construção de uma escola pública com recursos do governo federal. De acordo com o procurador do município, César Pereira, o espaço onde está o veículo de comunicação evangélico foi considerado o mais adequado para a unidade de ensino.

De acordo com Pereira, um decreto expedido em março declarou 12 mil dos 36 mil metros quadrados do terreno como sendo de utilidade pública. No mesmo mês, segundo o procurador, o município entrou com uma ação e a Justiça autorizou a desapropriação. “É o terreno que atende às condições técnicas impostas pelo Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE)”, explicou César.
Os proprietários da Tamandaré, que veicula conteúdo religioso e informativo, dizem que a rádio não pode funcionar num terreno menor que aquele porque é preciso de um grande espaço para acomodar equipamentos como radiais e antena. “Se tirar o terreno, mata a rádio”, lamenta Luiz Alberto Lacerda, um dos donos da empresa, que emprega cerca de 60 funcionários.
Lacerda prefere não dizer os motivos que imagina terem sido adotados pela prefeitura para escolher o terreno, mas acredita que o município poderia ter optado por outras áreas. “Tem vários terrenos que eles podem usar. Foi de uma insensibilidade muito grande”, reclama o proprietário. Ele disse que ainda não foi notificado. Quando isso acontecer, diz ele, pretende entrar na Justiça. “Vamos conclamar o povo evangélico e tentar pressionar”.
O procurador do município afirmou que o Executivo se dispõe a encontrar uma forma de manter a rádio funcionando. “A prefeitura dá um tempo para (a rádio) achar outro terreno desde que não atrase o início das obras”, afirmou sem estabelecer um prazo.
Segundo César Pereira, o município já fez um depósito em juízo de R$ 550 mil em nome da Tecnomecânica Esmaltec, que consta como proprietária do terreno. O proprietário da Rádio Tamandaré desconhece qualquer indenização.
Fonte: Blog do Jamildo

Proteção escandalosa: o chamado Filhotismo

Tal pai, tal filho… Filho de peixe, peixinho é… Quem sai aos seus não degenera…

São muitos os provérbios que exprimem a idéia de que os filhos reproduzem defeitos e qualidades dos pais. É uma verdade quase universal, afinal sempre trazemos algo dos nossos pais e doamos aos nossos filhos. Ultimamente esses provérbios estão tão na moda no cenário político que se criou um neologismo, ou melhor, uma palavra única que engloba todas essas qualidades – ou quem sabe defeitos -, o chamado filhotismo.

Por causa desse tipo de proteção, é que há muito tempo a capacidade individual deu lugar aos interesses políticos. Hoje o cenário político em Pernambuco está cheio de filhotismos.
Estão presentes na bancada de deputados estaduais e vereadores. Encontraremos assim, em um número alto, os filhos de prefeitos, de ex-deputados, de outros vereadores, etc. Não importa o partido, o DNA está presente do palanque à bancada. Ora, dirão os entendidos, é assim que caminha a humanidade.

Coincidência ou não, essa prática – o filhotismo – surgiu logo quando ficou proibida a contratação de parentes para cargos públicos. Quando o chamado nepotismo ficou proibido.

Mas, vamos lá! Admitamos, sem ter onde colocar sua prole, o chefe político, encontrou no legislativo uma forma de continuidade do seu reino. Deve ser uma prova de amor, um presente patriarcal.

No entanto, essas vias de sucessão hereditária são bem representadas em um poema do imortal Drummond: “O presente é tão grande, não nos afastemos. Não nos afastemos muito, vamos de mãos dadas”.

A partilha dos Royalties: Para quem vai?

royalties

Após a aprovação da chamada emenda Ibsen de autoria do deputado Federal Ibsen Pinheiro (PMDB – RS) que redistribui os Royalties do Petróleo por intermédio dos chamados fundos de Participação dos Estados e Municípios, gerou-se uma grande polêmica sobre quem deve receber a verba da exploração da camada Pré-sal.

De um lado estão os 369 Deputados Federais (grande maioria) que aprovaram a emenda sob a alegação de que a extração está sendo feita em alto mar – e o mar é da União, sendo assim, é de todos os brasileiros, e por isso, sua renda deve ser repartida de forma igualitária entre todos os Estados.
Do outro lado, está o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, que reagiu de forma contundente à aprovação. O Rio é beneficiário de 75% dos Royalties descentralizados. Para ele a perda de receita afetará todo o Estado, principalmente as obras para os jogos Olímpicos de 2016. Não há como negar, esse argumento é no mínimo espantoso, afinal, com ele vem uma pergunta que não quer calar: A preocupação é com o Estado ou com as obras olímpicas?
É interessante assinalar que os Royalties são uma verba indenizatória criada para compensar os estados e municípios que têm extração de petróleo e gás, mas nesse caso, ela é feita na camada Pré-sal que é oriunda de plataformas localizadas há mais de 100 milhas da costa – em alto mar (domínio da união).
Então se é assim, porque só alguns estados conquistaram o direito de receber a maior parcela dos Royalties? A quem pertencem esses recursos?
Pela regra atual dos Royalties, a União fica com 40% , 22,5% para Estados e 30% para os municípios produtores. Os 7,5% restantes são distribuídos para todos os municípios e Estados do Brasil. A emenda Ibsen propõe que a união continue recebendo os 40%, e os 60% restantes sejam distribuídos igualmente entre todos os Estados brasileiros.
O que não se pode esquecer é que essa verba deveria ser investida em áreas estratégicas como saúde, segurança e educação. Afinal, essa é uma grande oportunidade de trazer para o serviço público, um atendimento de qualidade. E jamais o seu uso deveria ser feito para despesa de custeio da máquina. Esse recurso não era para ser utilizado para pagar energia, aluguel de carros, muito menos para folha de pagamento como vem sendo feito no Rio de Janeiro e em São Paulo.
No último dia de viagem ao Oriente Médio (18) o presidente Lula comentou essa polêmica e jogou para o Congresso a responsabilidade de resolver esse problema. Segundo o próprio presidente a sua vontade era de não votar os royalties este ano, por ser um ano de eleição política. Mas apesar disso tudo, foi o próprio Lula e a pré-candidata a presidência do Dilma Rousseff que pediram que essa discussão seja votada em regime de urgência. Mesmo sendo desaconselhado por alguns governadores e parlamentares, afinal, toda a exploração começaria só por volta de 2015, mas mesmo assim ele manteve o regime especial.
Cabral conta com o veto presidencial à emenda Ibsen para evitar que o seu Estado entre em falência econômica e é claro o próprio desgaste eleitoral. Pensando bem, em pleno ano eleitoral, quem não vai aproveitar da decisão para se promover politicamente?
De fato, é um problema político delicado para Lula. Afinal, ele tem de atender o governador Sérgio Cabral e ao mesmo tempo não pode ficar contra os outros Estados brasileiros que são a favor da partilha igualitária dos recursos do Pré-sal.
Então a nós, só resta esperar e apelar para que o bom senso prevaleça no congresso e eles decidam para quem vai ficar a verba da exploração do petróleo.
Por Bárbara Lustosa
.